24
out
2016

O que Madre Teresa tem a ver com empreendedorismo?

Madre Teresa de Calcutá foi uma religiosa católica e é considerada a missionária do século XX por governos e organizações mundiais. Em 2003, foi beatificada pela Igreja Católica, à época liderada pelo Papa João Paulo II. Já em 2016, foi canonizada pelo Papa Francisco na Praça de São Pedro, no Vaticano.

Mas o que tem a ver uma figura religiosa mundialmente admirada com o empreendedorismo? Não, não estou ficando louca ou misturando assuntos. Na verdade, é justamente o contrário. Penso que empreendedorismo vai além de números, contas, estatísticas, balanços, despesas e lucros. São importantes, mas não é somente disso que você precisa quando planeja abrir um negócio próprio.

Procuro ler e pesquisar muito. Busco cases de sucesso de mulheres que empreenderam e conseguiram fazer suas ideias darem certo, mulheres que começaram somente nas redes sociais e hoje possuem um bom faturamento. Pude perceber uma coisa em comum entre todas elas: perseverança.

Por isso comecei esse texto falando para vocês sobre Madre Teresa. Minhas inspirações não são baseadas somente em histórias que envolvem números e estratégias comerciais. Para empreender, acredito que a pessoa precise estar preparada para tudo, para errar mais do que acertar, para receber muitos “nãos” de investidores, quebrar a cabeça pensando em soluções e ter jogo de cintura para lidar com os obstáculos. Você só conseguirá fazer isso se tiver muita confiança no que faz. Para mim, empreender não é somente ter uma boa ideia, mas também acreditar, ter resiliência, paciência, extrema dedicação e convicção de que se está caminhando pelo caminho certo, por mais difícil que seja. Madre Teresa sempre soube o que queria e nunca abriu mão de suas convicções, por isso busco inspiração em sua figura de mulher forte e determinada.

Deixe seu comentário